Descrição do Percurso

O trilho da serra da vila, de dificuldade média/alta, tem uma extensão de 19km e é circular com desníveis. O percurso tem início no Ecomuseu do Barroso, na vila de Montalegre, sede do concelho.
Passa junto do imponente castelo medieval e é ladeado a norte pela igreja do castelo. Ao sair da vila, atravessa-se o rio Cávado, em direção à aldeia de Donões. Com uma área de 939 hectares e apenas 83 habitantes, é a freguesia mais despovoada do concelho.

Padroso é uma aldeia com cerca de 140 habitantes. Aqui destacam–se as “alminhas” construídas em granito, com um painel que data de 1855 e tem com tema o Purgatório. De referir, ainda, o forno comunitário, construído em granito, com contrafortes e cobertura de pedra.

Padornelos
No muro da igreja está incorporado um relógio de sol, que serve de orientação aos agricultores, nas horas de rega durante o verão. Data do ano de 1827 e possui a seguinte inscrição: “nós gememos, vós zombais, tempo virá, comesmo façais”. As casas são de granito e existem vários moinhos, embora apenas um se mantenha em funcionamento. Na aldeia subsiste uma taberna, onde “o bagaço é de graça porque não se vende”.

Transposta a localidade, inicia-se a subida da Serra da Vila, com uma vista excecional sobre Montalegre e as aldeias envolventes. Na descida, existe uma bela mancha de carvalhal e um regato de água embeleza a paisagem. Em Padroso, passa-se novamente o rio Cávado, agora com menos caudal, e regressa-se ao ponto de partida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *